sexta-feira, 21 de julho de 2017

4 Pequenos gestos que ajudam a ganhar espaço em casa!


Existem soluções originais e práticas que, de tão simples e funcionais, nem sempre nos parecem óbvias. Implemente-as e tire maior partido das suas divisões.
Acha que a sua casa é pequena e tem pouca arrumação? Não se preocupe! Mesmo quem tem casas que já não são assim tão pequenas acabam por se queixar do mesmo problema. Nós mostramos-lhe que, com alguns pequenos truques, é possível arrumar tudo de forma organizada e ainda ganhar espaço e modificar um pouco a decoração da sua casa. Estas são as estratégias mais simples que pode adotar e implementar:
  1. Na sala, limite o número de almofadas que tem a decorar os sofás pois roubam espaço.
  2. Na cozinha, na hora de guardar restos no frigorífico, opte por caixas quadradas que ocupam muito menos espaço que as redondas.
  3. No quarto, aproveite o espaço livre debaixo das camas para guardar tudo aquilo que não usar regularmente. Faça esta arrumação dentro de caixas de cartão ou plástico.
  4. Na casa de banho, tire os rolos de papel higiénico do armário e coloque-os num porta-rolos para o efeito. Vai ganhar espaço extra no seu armário de casa de banho.

Fonte: Modern Life
Imagem: Jdias
 

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Casa mais ecológica e eficiente!


10 truques, muito simples, acessíveis e fáceis de implementar, que o vão ajudar a poupar dinheiro e a garantir um mundo melhor para si e para os que o rodeiam.

Quando recebemos as contas da água, da eletricidade e do gás no final do mês é que nos apercebemos das consequências de alguns gestos menos conscientes que realizamos no dia a dia. No fim, quem sofre é a nossa carteira e… o meio ambiente! Mas inverter a situação não é difícil. Há, no entanto, atitudes simples que permitem poupar alguns (muitos) cêntimos no final do ano. E o planeta agradece...

Estes são os 10 comportamentos que pode adotar para renovar a sua casa e conseguir uma poupança verdadeiramente efetiva:

1. Aproveite o sol

A energia solar é uma opção ecológica e, embora a compra de um painel solar seja dispendiosa, permite poupar cerca de 70 por cento da energia gasta anualmente para o aquecimento da água. Em alternativa, pode, sem qualquer custo, usar os raios de sol para secar a roupa e aquecer a casa no inverno.

2. Duplique a proteção

Se vai comprar casa ou remodelar a sua, certifique-se de que esta tem vidros e paredes duplas. Assim, garante uma temperatura uniforme dentro de casa, até porque 30 por cento do calor sai pelas janelas. Esta medida tem ainda a vantagem de reduzir o ruído exterior, melhorando a sua saúde.

3. Prima o off

Deixar os aparelhos em stand by pode ser prático, mas sai caro. Certifique-se de que os eletrodomésticos ficam completamente desligados quando não precisa deles. O mesmo se aplica a carregadores esquecidos nas tomadas. Já agora, desligue o fogão e o forno dez minutos antes de terminar a cozedura.

4. Prefira o duche

Se é adepto do banho de imersão, pense duas vezes antes de abrir a torneira. Optar por um duche contribui para poupar 80 mil litros de água anualmente. Restrinja o banho a um momento muito especial e opte pelo duche diariamente.

5. Escolha bem

Fixe a expressão classe A. Os aparelhos desta categoria energética podem ser mais caros, mas são cerca de 70 por cento mais eficazes do que os de classe D. Simultaneamente, os eletrodomésticos A++ permitem uma poupança de 64 por cento quando comparados com os de categoria A. Na prática, isto pode significar uma redução de cerca de 200 € na fatura da eletricidade.

6. Proteja-se do frio

Uma caixilharia em madeira, em vez do tradicional alumínio, aumenta o isolamento em 20 por cento. Prefira um recuperador de calor a uma lareira aberta pois este é três vezes mais eficiente.

7. Mude de horários

Adira ao sistema da tarifa bi-horária e aproveite o período mais barato para pôr as máquinas a funcionar. Tenha em atenção que este tarifário exige alguma organização. Contratar a potência certa também estimula a poupança energética.

8. Reduza a temperatura

Utilizar as máquinas, nomeadamente a de lavar e secar, em programas de baixas temperaturas permite reduzir em cerca de 55 por cento o gasto energético. Prefira o programa económico e não utilize a máquina com meia carga.

9. Troque de lâmpadas

Instale lâmpadas de baixo consumo. Embora sejam mais caras, poupam até 80 por cento de energia face às incandescentes e duram mais. Já agora, sabia que ao desligar as luzes quando sai de uma divisão poupa 25 por cento do consumo energético anual?

10. Use cada gota

Certifique-se de que não tem torneiras a pingar e instale modelos de fluxo reduzido. Este método diminui em 50 por cento o fluxo da água, o que numa família de três pessoas pode significar a poupança de 150 litros anuais. Fechar a torneira quando lava os dentes ou se ensaboa no duche também reduz o consumo para metade.

Fonte: Modern Life
Imagem: Jdias
 

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Como eliminar a energia negativa de sua casa?


Muitas vezes não se sente bem na própria casa ou sente uma má energia em algumas partes da casa? Descubra o que pode fazer para transformar este sentimento em energia positiva e viva melhor na sua casa.

É normal que de vem em quando não se sinta completamente bem em sua casa. Mas se esse sentimento é constante, causando inclusivé dores de cabeça, mal estar, insónia e sensação de cansaço, pode ser que esteja na hora de eliminar as energias negativas do ambiente. Isso pode ajudar a melhorar o seu humor, além de inspirar sentimentos positivos para todas as pessoas que vivem na casa. Descubra o que pode fazer para eliminar a energia negativa, de acordo com as dicas da terapeuta de energia Amy B. Scher, autora do livro How To Heal Yourself When No One Else Can (Como curar-se quando mais ninguém o consegue fazer, em inglês):

1. Renove o ar

O primeiro passo para remover a energia negativa da sua casa é abrir todas as janelas e deixar o ar renovar. Enquanto isso, sacuda as almofadas e as roupas de cama. Vai sentir uma sensação imediata de limpeza.

2. Acenda um incenso

Esta é uma prática espiritual e de meditação – então por que não experimentar em casa? Isso pode ajudar a melhorar a energia e criar uma atmosfera calma e serena.

3. Conserte ou elimine móveis e objetos partidos ou estragados

Coisas partidas ou estragadas podem trazer energia negativa para a sua casa, por isso se for um objeto muito especial pense em arranjá-lo. Caso contrário substitua por outro.

4. Use óleos essenciais (destaque para o óleo essencial de laranja)

O aroma da laranja faz lembrar um dia de verão, com muito sol e alegria. Limpa o ambiente e eleva o seu humor. Dilua as gotas do óleo em um pouco de água e borrife nos móveis. “Comprar ou fazer um purificador de ar com óleos puros essenciais ajuda a tirar a energia negativa”, Amy diz. A terapeuta prefere os óleos de laranja, rosa, lavanda e patchouli.

5. Elimine a desordem o mais rápido possível

Objetos retêm muita energia tanto mental, quanto psicológica e até espiritual. E eles podem atrapalhar o seu bem estar. Por isso é normal sentir-se melhor quando organiza as suas coisas. Faça um esforço para manter a casa o mais arrumada possível.

Fonte: Strazzera
Imagem: Jdias
 

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Como decorar a casa para o verão!


Depois da estação mais florida, chega o momento de aproveitar as altas temperaturas do verão. A decoração pode acompanhar a estação mais vibrante do ano e ainda ajudar a amenizar os efeitos do calor.

Cores

A estação pede uma combinação entre o claro e colorido com cores como o branco, cru, creme, bege, azul, rosa, amarelo, verde e vermelho.

Cortinas

Cortinas de tecidos leves, como o voil, são uma ótima opção para o verão. Para aproveitar a iluminação natural do sol, as cortinas precisam ser de tecidos leves e suaves como seda, gaze de linho e voil. Estes materiais ajudam a controlar a temperatura interna e protegem os móveis da incidência solar.

Varanda

Colocar espreguiçadeiras na varanda é uma dica para aproveitar o espaço ao ar livre. Outra boa opção são as fontes que umidificam o ar e decoram o ambiente.

Contudo, os itens utilizados nesta área devem ser resistentes à chuva e ao calor, como a fibra sintética, o vidro e a porcelana. Os assentos devem ser cobertos com tecido impermeável para evitar problemas.

Fonte: Vix
Imagem: Jdias
 

sexta-feira, 23 de junho de 2017

O que fazer para o manjerico não perder o viço!


É, por excelência, a flor dos santos populares. Com um aroma característico, esta variedade botânica já se tornou num dos ícones destas festividades. Veja todos os cuidados a ter com esta planta.

Em Portugal, o manjerico é uma planta bastante associada com as festas de São João, que se realizam já neste fim de semana, em vários municípios, de norte a sul, um pouco por todo o país. Se adquiriu um ou se lhe ofereceram um e não sabe como cuidar dele, não se preocupe! Damos-lhe, de seguida, várias dicas para que aprenda facilmente a mantê-lo fresco e viçoso:

- Pode as flores mal comecem a nascer, para prolongar a vida do manjerico.

- Transplante-o para um vaso de barro com boa drenagem, para que as raízes respirem e não haja acumulação de fungos.

- Coloque-o num local onde haja muita luz, mas tenha cuidado pois este só pode estar diretamente ao sol até às 10h00 da manhã e/ou depois das 18h00.

- Coloque um prato com água debaixo do vaso, isto ajuda a manter a humidade nas horas de maior calor e evita que a terra seque.

- Use uma mistura de terra com 1/3 de húmus e 2/3 de argila.

- Mantenha-o num local onde a temperatura nunca seja inferior a 10º C.

- Quando exposto ao sol de forma regular, o manjerico tem de estar bem regado.

Feliz São João!

Fonte: Revista Jardins
Imagem: Sapo
 

sexta-feira, 16 de junho de 2017

8 Coisas para retirar já do seu quarto!


Está na altura de fazer uma limpeza geral ao seu quarto! A limpeza da primavera serve para dar outro look à casa, mas caso tenha negligenciado a sua área de descanso, está na altura de ler estas dicas e colocar mãos à obra.

Roupa

Provavelmente tem roupa que já não veste há algumas estações e, se nem sequer se lembra que algumas peças existem na hora de compor os seus looks, é porque não lhe estão a fazer falta. Sendo assim, o melhor é ponderar e doar as peças de uma vez por todas. Por certo há muita roupa que acumula porque gosta muito delas, mas se não faz uso das mesmas, não vale a pena estarem a encher o armário ou a apanhar mofo debaixo da cama.

Na senda, roupa suja espalhada pelo quarto também não é opção. Sendo adulto ou não, há de certeza um cesto de roupa suja noutro espaço da casa onde a pode colocar.

Maquilhagem

Sabe que os produtos de maquilhagem têm validade? E que quando têm pouco uso acumulam muitas bactérias? Faça uma seleção e livre-se dos que não usa.

Arrumar o quarto

O ideal é que faça uma limpeza mais a fundo e tentar mantê-lo sempre arrumado. Assim, a área torna-se mais fácil de controlar a nível de limpeza e será sempre uma zona onde se gosta de estar.

Não se esqueça que o pó que anda no ar e acaba pousado nos móveis e chão são pequenas partículas de poluição, ácaros, pele morta, entre outros. Para além de dar um aspeto sujo, podem provocar problemas sérios respiratórios e alérgicos, uma vez que penetram na membrana exterior dos pulmões e narinas.

Almofada

Tem por hábito substituí-la? Faça o seguinte exercício: dobre a mesma ao meio e se a almofada não voltar à sua forma normal é porque está na altura de adquirir uma nova. Vai com certeza dormir melhor.

Livros

Para quem gosta de ler é normal que os livros abundem pela casa. No entanto, empilhar os mesmos no quarto (nem noutra assoalhada) não é a melhor solução. Para além de acumularem mais pó, o seu quarto irá sempre parecer mais desarrumado. Compre uma estante e arrume-os, deixando de fora o que estiver a ler na altura.

Gavetas

Livre-se das gavetas que só acumulam tralha. Porta-chaves que já não usa, telemóveis antigos, lápis, blocos de papel, bugigangas que já nem se lembra o que significam, enfim... guarde apenas o essencial (por exemplo, um bloco de notas pode fazer falta na cozinha para a lista de compras) no sítio que pode dar jeito e deite fora o resto.

Isto também é válido para aquelas inúmeras coisas espalhadas pelo quarto: revistas, portátil, garrafas de água vazias, etc...

Animal de estimação

Não dormir com ele não é sinónimo que gosta menos dele. Até bem pelo contrário. A maioria das vezes as pessoas interrompem o seu ciclo de sono por causa deles, a qualidade do sono também diminui e o adormecer é também afetado.

Tecnologia

Seja o portátil de trabalho, o telemóvel, a tv ou qualquer outro aparelho não deviam estar no seu quarto. Tudo o que sejam equipamentos eletrónicos funcionam como estímulos e perturbam o sono ou o adormecer. Quantas vezes não resistiu à tentação de pegar no telemóvel mesmo estando na cama e cheio de sono?
 
Fonte: Strazzera
Imagem: Jdias
 
 
 

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Como organizar os santos populares em casa!


Os santos populares não tardam e se este ano quer fazer diferente, experimente organizar um arraial em sua casa. Garantimos: é tão ou mais divertido do que na rua.
Os santos populares estão a chegar e se não há festa como esta, com as ruas engalanadas, boa comida, música popular a rodos, um bailarico em cada rua e um amigo em cada desconhecido, também é verdade que festejar os santos populares em casa é muito divertido.
Para começar, é uma excelente desculpa para reunir família e amigos, inclusive, aqueles com quem não se encontra tantas vezes. Por outro lado, se a animação nas ruas é incrível, também pode ser muito cansativo ou mesmo desesperante - quantas horas é capaz de esperar por uma sardinha? Faça os santos em casa e divirta-se como nunca!
4 COISAS QUE NÃO PODEM FALTAR NOS SANTOS POPULARES EM CASA
OS CONVITES
Achamos divertido preparar uns convites, impressos ou com através das redes sociais, para convocar os amigos e a família para o melhor arraial de santos populares de sempre. Se não é a pessoa com o melhor sentido estético do mundo, uma plataforma como o Canva, pode ser ferramenta que precisa - seja  para um convite impresso ou online. A data só depende de uma coisa: o santo. Se for o Santo António, a festa é de 12 para 13 de junho, no caso do São João será de 23 para 24 e o São Pedro festeja-se de 28 para 29 de junho.
COMES E BEBES
Sardinhas, sardinhas e sardinhas! Se vive perto do mar, vá ao mercado de peixe mais perto de si e reserve já uma quantidade generosa de sardinhas. Não se esqueça dos pimentos, das cebolas, dos tomates, da alface, da Broa de Avintes, de umas quantas tiras de entremeada e, claro, bifanas e caldo verde. Muito importante: não se esqueça do grelhador, das acendalhas, da lenha e do carvão!
Quanto às bebidas, além de se abastecer com quantidades históricas de cerveja, sangria e sumos, importa encontrar um sistema para manter tudo fresco e à mão de saciar a sede. Congele pequenos balões de água e coloque-os numa bacia com as bebidas - quando derreterem, sempre podem divertir-se a atirar balões aos amigos.
Umas sobremesas podem cair bem, como: fruta laminada, mousse de chocolate, mousse de lima e gelatinas. O que pode não cair bem são estas contas todas na sua carteira, por isso, pode ser boa ideia dividar, antecipadamente, os ingredientes da ementa pelos convidados.
 A DECORAÇÃO
Santos populares sem grinaldas, luzes, balões e manjericos, não é a mesma coisa. Em qualquer loja dos chineses encontra todos estes artigos a bom preço mas, se tiver tempo, e quiser tornar a sua festa ainda mais espetacular, que tal fazer os seus próprios enfeites? Temos tutoriais para ajudar:
  • Grinalda
  • Lanterna
  • Pompons
  • Balão
  • Sardinha
Para além disto, manjericos e, claro, de acordo com o santo em festa, não pode faltar um altar de Santo António ou uma cascata São Joanina.
A ANIMAÇÃO
Festa de santos populares seja na rua ou em casa, tem que ter música popular e bailarico. Hoje em dia, com a ajuda de um computador, umas colunas e do Spotify, tem o problema resolvido. Numa pesquisa rápida por “santos populares” surgem alguns álbuns que pode copiar para uma nova playlist à qual pode juntar outras músicas da sua preferência. Depois é só carregar no play e aumentar o volume.
Em noite de santos populares, quando tocam as doze badaladas, é tempo de lançar fogo de artifício, de soltar balões e de marchas improvisadas. Claro que, quanto ao fogo e aos balões, apenas se vive numa zona onde isto é permitido, ou seja, não há perigo de perturbar vizinhos ou incêndio.
Bons Santos!

Fonte: E-konomista
Imagem: Porto24